Rumores do Mercado   2 comments

sundown mt1

Estou de volta ao  BrasilMTB mas infelismente para comunicações que me deixam um pouco apreensivo. Corre pelos bastidores do mundo duas rodas que a Sundown Bikes deixará de fabricar bicicletas. São só rumores mas a história recente da empresa deixa margem para que isso se concretize. A última linha de produtos lançada pela empresa data de 2008; nomes importantes de setores estratégicos mudaram de emprego (Marcelo Sá – Marketing) ou fundaram sua própria marca (Caio Salerno – Desenvolvimento de produtos/ Sérgio Gallo – Comercial).

No início desse ano qual não foi a surpresa de muita gente com o anúncio de substituição do patrocinador Master da Copa Internacional (sai Sundown, entra Levorin). No meio do ano, quando se dizia que eles voltariam a produzir, surgiu a notícia de que o grupo teria sido vendido. Em fevereiro, a notícia era de que a Honda estaria negociando a compra da Sundown Motos e que o controle da Sundown Bikes continuaria com as famílias Rosenblun e Rosa, proprietárias do fundo de investimentos que controla a holding Brasil & Movimento, detentora das marcas Sundown. Quando há milhõe$ em jogo, as coisas ficam um pouquinho mais complexas.

É uma história bem complicada, cheia de idas e vindas. Espero que o final seja a manutenção das atividades da Sundown Bikes que em tão pouco tempo de atividade ajudou a escrever capítulos importantes do ciclismo brasileiro.

Nicolas Sessler na platéia, por enquanto (1)   1 comment

Como vocês ja sabem, o Nícolas e o resto da turma do MtennB vai ficar no Canadá até o dia 13. Enquanto as competições regionais (e o resto do mundo) pararam para ver o Campeonato mais importante da temporada os teens da Jaque estão por lá assistindo a tudo de camarote.

Segue o relato do Nícolas Sessler sobre o Team Relay e as meninas da Junior.

“É isso ai, o Campeonato Mundial começou! Ontem de noite foi a abertura e hoje aconteceram as primeiras provas, o Team Relay e o Junior Feminino. O Brasil não teve representantes em nenhuma das duas provas.

A primeira largada foi pontualmente às 11h para o Team Relay. Para quem não conhece o Team Relay é uma prova que acontece por nações. Cada país participa com 4 atletas, sendo um Elite, um Sub-23, um Junior e um Elite Feminino. A ordem em que cada atleta larga é livre e fica a cargo da estratégia da equipe.

Foi uma prova muito emocionante, com Suíça, França, Alemanha e República Tcheca fazendo um pega sensacional. A França adotou a estratégia de largar todos os seus homens primeiro para largar a mulher por último. As outras 3 nações optaram por largarem primeiro dois homens, depois a mulher e por último um homem.

Alemanha e República Tcheca começaram a corrida com o Elite masculino, depois o Sub-23, a Elite feminino e por último o Junior. Já a Suíça adotou uma estratégia um pouco diferente, largando primeiro o Sub-23, depois o Junior, a Elite feminino e por último o Elite masculino.

No fim tivemos uma disputa emocionante com a França abrindo a última volta em primeiro, 1min depois vinha Alemanha e 40seg depois vinham Suíça e República Tcheca.

Mas no final quem levou foi a Suíça com uma vitória incontestável! Alemanha ficou em 2° e a República Tcheca em 3°. A França terminou na 4ª posição.

Após o almoço, às 14h tivemos a largada da Junior Feminino. Foi muito legal ver as meninas andando, e pude perceber que claramente o nível delas é muito elevado. Infelizmente não é exagero dizer que nem as melhores Elites brasileiras são páreo para as tops do mundo, mesmo na categoria Junior.

Quem levou a melhor foi a Campeã do Mundo Junior do ano passado, a francesa Pauline Prevot, em 2° ficou e ucraniana Yana Belomoyna e em 3° a alemã  Helen Grobert. Destaque para a chinesa Yue Bay que andou sempre muito bem e terminou na 4ª colocação.

Essas foram as provas de hoje, amanhã acontece o Sub-23 feminino.”

Só faltou ele dizer por que o Brasil não largou…

Desculpe Nino, mas já tenho compromisso   Leave a comment

Quem ainda não tem nada agendado para o dia 10 de outubro pode se inscrever para o Training Camp promovido pelo Flims Bike Park, aquele do quadradinho amarelo na frente do capacete do Campeão Mundial e da Copa do Mundo Nino Schurter. Será que ele vai fazer como a Jaque e sortear uma bike Scott?

Dia 10 de outubro tem Moda Cup, em Santa Cruz do Capibaribe, PE

Publicado 31/08/2010 por Ronaldo Moura em Atletas, Treinamento, Vídeos, XCO

Etiquetado com

Nícolas Sessler é campeão da Copa Raid Velo Mag – Release   2 comments

Ribeirão-pretano venceu as três etapas da competição na categoria Juvenil

O ribeirão-pretano Nícolas Sessler (Scott e Rosvel Multimarcas) confirmou o grande momento que atravessa na temporada ao conquistar o título da Copa Raid Velo Mag, que foi disputada no último final de semana, no Canadá. O atleta sagrou-se campeão após vencer as três etapas da competição. O segundo colocado foi Marc-André Lebuis, seguido de Laurent Cyr Cormier.

A primeira etapa, realizada na sexta-feira, foi um contra-relógio disputado em um circuito de 6,5 quilômetros subindo o Mont Saint Anne, que é a principal montanha de Quebec. Já a etapa de sábado foi uma maratona entre as cidades de Quebec e Mont-Saint-Anne, com um total de 35 quilômetros. No domingo, a prova teve 30 quilômetros.

“Na sexta-feira, foi uma prova muito difícil. Imprimi um ritmo forte desde a largada, mas senti um pouco no meio da subida. No entanto, consegui alcançar o líder no final da prova e cruzei a linha de chegada na primeira colocação”, contou Nícolas Sessler, que conquistou vitórias mais tranqüilas no sábado e no domingo.

“No sábado e no domingo, mantive a mesma estratégia da prova de sexta-feira. Imprimi um ritmo forte desde o começo e abri uma boa vantagem em relação aos meus adversários. No final, procurei administrar o resultado”, relatou o ribeirão-pretano.

A Copa Raid Velo Mag foi o terceiro pódio conquistado por Nícolas Sessler no Canadá. Antes, ele havia faturado a medalha de bronze no Campeonato de Quebec e ficado em quinto lugar na Copa Canadá de Mountain Bike.

Nícolas Sessler, de 16 anos, está hospedado na cidade de Quebec na casa de Jaqueline Mourão, primeira atleta do Brasil a disputar os Jogos Olímpicos de Verão e Inverno. Ela disputou as provas de Mountain Bike nas Olimpíadas de Atenas-2004 e Pequim-2008 e o esqui cross country nas Olimpíadas de Turim-2006 e Vancouver-2010.

O ribeirão-pretano é uma das principais promessas do mountain bike brasileiro. Neste ano, venceu nove provas em território nacional. Ele foi campeão do Campeonato Brasileiro de Mountain Bike, do SR Suntour Short Track, da Copa Paraná de Mountain Bike, do GP Ravelli de Cross Country e do 2º Orlândia Marathon Race. O atleta também venceu duas etapas do Campeonato Intermunicipal e duas provas da Copa Internacional de Mountain Bike, competição mais importante da modalidade no Brasil.

Nícolas Sessler tem os patrocínios da Scott e Rosvel Multimarcas e conta com os apoios da Mercatto Assessoria e Avaliações e BC ciclismo. Confira mais sobre o atleta no nicolassessler.wordpress.com

Confira os resultados dos outros atletas no blog do MteenB

Foto do Dia   Leave a comment

Após quatro anos de domínio francês, a Copa do Mundo tem novo dono, Nino Schurter. Destaque mais que merecido para Jaroslav Kulhavy (CZE), empatado com Absalon no número de pontos e terceiro pelos critérios de desempate. Antes da prova o Absalon fez uma queixa contra o Nino Schurter por este não estar usando a camisa de Líder da WC e sim a camisa de campeão mundial. A UCI mordeu o bolso do suíço e o Frisch saiu em defesa de seu pupilo chamando Absalon de mau perdedor. Coisas de fim de festa, mas agora é bom que o francês ganhe o mundial essa semana ou vai ter que amargar a história da camisa por um bom tempo…

UCI MTB World Cup #6 XCO: Windham – FOTOS   Leave a comment

Deve ter algo haver com o chocolate, os canivetes ou relógios.

Mais fotos aqui

MteenB Productions apresenta…(1)   Leave a comment

Estrelando: Nicolas Sessler

Co-estrelando: Jaque Borba, Luiz Cocuzzi, Luana Machado, Guido Visser, Isabela Lacerda

Direção: Jaqueline Mourão

Imagens: Guido Visser

Edição: Nicolas Sessler

Patrocínio: Scott, Rosvel Multimarcas. Apoio: Mercatto Assessoria e Avaliações e BC ciclismo

Uma pergunta que ficou na minha cabeça foi: o que uma faixa com a inscrição “Atlanta 1996” estaria fazendo em Bromont, no Canadá?

Resposta do Nícolas: Depois dos Jogos, levaram o velódromo pra lá… a tá. Já que é facil transportar um velódromo assim, podiam ter trazido pra cá.